Páginas

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

TRE JULGA 71 RECURSOS DIA 18.
TAUBATÉ CONTINUA NA FILA

A pauta de julgamento de recursos eleitorais pelo TRE parece infindável. A sessão desta terça-feira (11/02) tem apenas 10 ítens, inclusive uma representação envolvendo o ex-governador Paulo Maluf, por propaganda eleitoral antecipada. Esta Maluf tira de letra.

Já a pauta da próxima sessão (18/02) está recheada: são 71 recursos eleitorais das cidades de Santos, Limeira à pequena Santo Antonio de Posse, passando por Catanduva, São Bernardo, São Caetano, etc.

Nossa vizinha Tremembé entra na pauta da próxima terça-feira, quando será julgado o recurso eleitoral 550-74.2012.6.26.0314, do ex-candidato a vereador Marcelo de Paula Lima, que teve sua prestação de contas rejeitada pela Justiça Eleitoral de Tremembé (314ª ZE)

A impressão que fica para nós, leigos, é que o TRE pretende limpar a pauta com questões menores e julgar os casos mais complexos a partir de 25 de fevereiro.

APREENSÃO NO PALÁCIO

Apreensão é grande no Palácio do Bom Conselho, admite um dos advogados do tucano Ortiz Junior, com a proximidade do julgamento do recurso eleitoral do futuro ex-prefeito de Taubaté e a rigidez do TRE em seus julgamentos, chamado pelo defensor de “tribunal cassador”.

O agravo de instrumento 5117 protocolado no TSE dia 27 de janeiro pelos advogados de Ortiz Junior, última tentativa para barrar o julgamento da “lavanderia tucana” pela Justiça Eleitoral de Taubaté, não produz efeito suspensivo, segundo o art. 257 do Código Eleitoral (Lei 4737/65).

Ist6o significa dizer que a Dra. Sueli Zeraik, juíza eleitoral de Taubaté, poderá dar prosseguimento à AIJE nº 952-92.2012.6.26.0141capitação ilícita de recursos para a campanha eleitoral de 2012, a popular “lavagem de dinheiro”, antes mesmo do julgamento do agravo impetrado em Brasília.