Páginas

terça-feira, 25 de março de 2014

PADRE TEQUINHO É UM BABACA!

O padre Álvaro Mantovani, alcunhado “Tequinho”, pároco de São Luiz do Paraitinga é uma, apenas uma, das razões da minha descrença em Deus.

Debaixo da batina (não sei se ele a usa habitualmente) esconde-se um homem abominável, enganador, que usa o nome de Deus para vomitar, repulsivamente, sobre seu rebanho, que ainda lhe paga dízimo inocentemente, acreditando que, assim, garantirão um lugar no céu.

Convenci-me, ao ler a matéria publicada hoje (25/03) em A Voz do Vale, que a razão me assiste, que meu texto publicado domingo (23/03) não foi somente um desabafo. Clique aqui  para ler por que não acredito em Deus.

A peroração da pregação do Padre Tequinho, pedindo ao seu rebanho que reze fortemente pela queda do PT e da presidente Dilma é de uma sandice inigualável e prova que Tequinho desconhece as últimas palavras de seu líder máximo, o bispo de Roma, Papa Francisco.

Tequinho, que poderíamos chamar de “trequinho”, talvez queira ver seu rebanho desempregado e sem bolsa-família como era na época de Fernando Henrique Cardoso.

O padre se esquece que  povo sem dinheiro, significa dízimo menor. Aí, não adianta reclamar que o povo está se esquecendo de Deus.

São padres como “Trequinho” que nos tornam descrentes.

Aqui a matéria de A Voz do Vale