Páginas

sexta-feira, 9 de maio de 2014

MÃE É TUDO IGUAL

Camões Filho, jornalista e pedagogo

Mãe é tudo igual, só muda o RG. Todas elas são especiais e amam seus filhos desmedidamente. Para uma mãe, seu filho pode ter um ano ou quarenta anos, será sempre o seu menininho.

E foi pensando nessa assertiva, de que mãe é tudo igual, que pincei essas frases maternas.

* Desliga o computador, já é hora de dormir!
* Arruma esse quarto, ele está uma bagunça!
* Vai estudar, pra poder ser alguém na vida!
* Você não acha que tá saindo demais?
* Vai comer, a comida já está esfriando...
* Você acha que está falando com quem? Eu não sou um de seus amiguinhos não!
* Leva uma blusa que vai esfriar...
* Você é igual ao seu pai!
* Vou contar até 10...
* Não esqueça de escovar os dentes...
* Não esqueça de lavar as orelhas...
* Arruma sua cama!
* Leve o guarda-chuva que vai chover!
* Quando chegar lá me liga!
* Não aceite bebida de ninguém!
* Um dia você vai ter filhos, aí vai me dar valor!
* Tira o prato da mesa!
* Quando você for dono do seu nariz, você faz o que quiser!
* Você só não esquece a cabeça porque ela tá grudada no pescoço...
* Abaixe esse som!
* Não pode entrar na água depois de comer porque dá congestão!
* Coma só mais um pouquinho...
* Coração de mãe não se engana...
* Se continuar chorando, vou te dar motivo pra chorar de verdade!
* Engole esse choro agora!
* Espera só quando a gente chegar em casa...
* Não sei o que seria desta casa sem mim...
* Quando eu morrer, vocês vão me dar valor...

Você percebeu que tudo que mãe fala tem exclamação ou três pontinhos? É que mãe é sempre enérgica, fatalista, dramática. Afinal, mãe é mãe.

Bença mãe! Minha saudosa mãe, Dona Benedita Semíramis do Couto, que está lá no céu.