Páginas

terça-feira, 27 de maio de 2014

SUPREMO JULGA DECISÃO DO STJ
QUE FAVORECEU POUPADORES

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

O Supremo Tribunal Federal decide amanhã se o que o Superior Tribunal de Justiça decidiu em favor dos poupadores com caderneta entre 1987 e 1991 vai valer ou não.

São cinco processos na pauta desta quarta-feira, que definirão se os bancos são ou não obrigados a devolver o que os poupadores perderam nos planos Bresser, Verão, Collor 1 e Collor 2.

A ação principal vai julgar se os planos econômicos passaram por cima do direito de quem tinha grana na poupança, o que pode reduzir a responsabilidade dos bancos sobre o prejuízo.
As correções podem variar de 8,04% a 44,08% sobre o saldo que existia na época. Se vencerem o duelo com os bancos, os poupadores ainda terão os juros pela espera, que podem mais do que dobrar o valor que irão receber.

As decisões nesses recursos valerão para correntistas de todo o Brasil.

Falei e disse!