Páginas

quarta-feira, 14 de maio de 2014

VIVO SACANEIA CÂMARA DE TAUBATÉ

Porque ousou trocar a operadora de telefonia que atende a Câmara Municipal de Taubaté, o legislativo e os cidadãos taubateanos estão impedidos de conversar por telefone graças á operadora Vivo, que não fez, até agora, a portabilidade para a Embratel, a nova operadora contratada.

Abaixo, release da assessoria da Câmara Municipal á repeito:

A não liberação dos números de telefone da Câmara de Taubaté pela empresa Vivo (antiga Telefônica) está impedindo ligações externas aos números fixos do Legislativo. O presidente da Casa, Carlos Peixoto (PMDB), afirmou que o caso está sendo estudado pelo setor jurídico e, se necessário, irá acionar a Justiça.

“É impossível imaginar o bom funcionamento da Câmara, que presta um serviço público, sem poder receber ligações externas. Estamos tomando providências para que o serviço seja normalizado o mais rápido possível”, disse Carlos Peixoto, que tem o apoio do 1º vice-presidente Alexandre Villela (PMDB), que sugeriu o acionamento do Procon.

O Legislativo contou com os serviços da Vivo durante cinco anos, prazo máximo permitido por lei. Em licitação realizada em 2013, a Embratel foi a vencedora, e a Câmara pediu a portabilidade para que os números de telefone fossem mantidos. A mudança da operadora de telefonia da Câmara, da Vivo para a Embratel, ocorreu entre os dias 24 e 25 de abril, quando começou o problema para recebimento de ligações.

Dia 5 de maio, a Câmara abriu processo na Embratel para que a nova operadora que atende a Casa solicite à Vivo a liberação das linhas, o que já foi feito pela Embratel.

NOTA DA REDAÇÃO: A empresa telefônica Vivo não respeita o direito de o cliente escolher com qual operadora quer trabalhar. Ela simplesmente ignora a lei da portabilidade em prejuízo de milhares de pessoas impedidas de falar com a Câmara Municipal.