Páginas

terça-feira, 1 de julho de 2014

CRÍTICA INTERNACIONAL AOS
CRITÉRIOS DE JULGAMENTO DA FIFA

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

O atacante chileno Maurício Pinilla não poupa adjetivos negativos para classificar a agressão que alega ter sofrido de parte do assessor de imprensa da CBF, Rodrigo Paiva.  Diz que Paiva é um delinquente.

O jornalista, nas preliminares junto a FIFA, alega que a verdade triunfará, fazendo supor que terá argumentos para desconstituir a punição que o suspendeu preliminarmente de comparecer ao jogo com a Colômbia, pena que ainda poderá ser ampliada pelo Comitê Disciplinar com o reexame das imagens gravadas no túnel, onde Pinilla alega ter sofrido as agressões.

No mundo continua repercutindo a punição aplicada ao Uruguaio mordedor Luiz Suarez, multado, suspenso por 9 jogos da seleção e banido dos estádios por 4 meses; mormente agora que o dirigente brasileiro foi punido com tão pouco.

Isso faz lembrar o velho ditado que muitos dizem errado: um peso e duas medidas.

Falei e disse!