Páginas

sábado, 19 de julho de 2014

MASSACRE PALESTINO

Silvio Prado, professor

Bombas vindas do inferno
Tanques tomando as ruas
Explosões por todo canto
E tudo o que enfim destrua

A resistência de um povo
Que avança e não recua
Para não ser exterminado
Pois o massacre continua.

Lá vem Israel outra vez
Ampliando o desatino
Sonhando varrer da terra
Com seu exército ferino

Um povo que é exemplo
E não aceita o destino
De ser confinado em Gaza
Esse é o Povo Palestino.

De novo, vem Israel
Com suas tropas de aço
Dinheiro norte-americano
A mídia lhe dando espaço

Massacrando à luz do dia
Causando à vida embaraço
Gritos de horror e morte
Em tudo deixando traços.

Outra vez a insanidade
Cercada de morticínio
Mulheres, crianças, velhos,
A morte com seu raciocínio

Fazendo festas macabras
Pelo horror tendo fascínio
E prêmio Nobel da Paz
Financiando o extermínio.