Páginas

domingo, 27 de julho de 2014

ORTIZ JR NÃO MENTIU: PROMETEU
TAUBATÉ “COM TUDO DE NOVO”,
E CUMPRE O QUE FOI PROMETIDO

Ninguém, em sã consciência, poderá, um dia, chamar Ortiz Junior de mentiroso. Isto ele não é. Na campanha eleitoral de 2012 ele prometeu “Taubaté com tudo de novo”, e cumpre à risca o que foi prometido.

Ponto para Ortiz Junior!

Ortiz Junior promete e cumpre: "Taubaté com tudo de novo"
A empresa de Carolino, a mesma que fornecia de tudo para o governo (?!) de Roberto Peixoto, desde camisinha de Vênus até redes de vôlei, passando por ração para animais capturados pela zoonose e lâmpadas fluorescentes, entre outras compras, inclusive os tais “ovos de ouro”, que renderam ao Catão da Vila São Geraldo sua eleição para vereador.

Ponto para Ortiz Junior!

O ex-prefeito Roberto Peixoto responde a processo no Tribunal Regional Federal de São Paulo por improbidade. Ortiz Junior, por enquanto, está livre do TRF, mas está indiciado em São Paulo, na 14ª Vara da Fazenda Pública, em processo por improbidade administrativa, que responde desde 2012, quando era candidato a prefeito de Taubaté.

Ponto para Ortiz Junior!

Roberto Peixoto passou quatro dias engaiolado no xilindró da Polícia Federal, em São José dos Campos. Ortiz Junior está no caminho da Polícia Federal, que investiga seus passos, em inquérito sigiloso. A Polícia Federal quer saber de onde saiu a dinheirama que sustentou a mais milionária campanha para prefeito de Taubaté na história desta urbe quase quatrocentona. O tucano não corre o risco (ainda) de ser engaiolado.

Ponto para Ortiz Junior!

O Tribunal Regional Eleitoral julgou recurso de Roberto Peixoto, que teve o diploma cassado pela Justiça Eleitoral de Taubaté por compra de voto e devolveu-lhe o cargo. Ortiz Junior terá seu recurso julgado pelo TRE na próxima terça-feira. O tucano foi cassado por abuso de poder político e econômico. A evidência material do deslize de Ortiz Junior é um cheque de R$ 34 mil. A cassação de Ortiz Junior pode ser confirmada em segunda instância, tornando o tucano inelegível por oito anos.

Ponto para Taubaté!