Páginas

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

TJ JULGA NESTA 3ª FEIRA EMBARGOS
DE ORTIZ NO “CASO DAS MOCHILAS”

A 1ª Câmara do Tribunal de Justiça de São Paulo julga nesta terça-feira (26/08) os embargos de declaração opostos pelo prefeito Ortiz Junior contra decisão que manteve bloqueados os bens dos envolvidos no “caso das mochilas” da FDE.

Ortiz Junior opõe embargos para
procrastinar "processo das mochilas"
O relator do processo 20600075-20.2013.8.26.000, desembargador Aliende Ribeiro, que absorve o processo 0045527-93.2012.8.26.0053, da 14ª Vara da Fazenda Pública da Capital, em 25/07/14 recebeu os embargos e os remeteu para a seção de Processamento de Grupos e Câmaras do TJ com o seguinte despacho:

DESPACHO Embargos de Declaração Processo nº 2060075-20.2013.8.26.0000/50000 Relator(a): ALIENDE RIBEIRO Órgão Julgador: 1ª Câmara de Direito Público EMBARGANTE: JOSÉ BERNARDO ORTIZ JUNIOR EMBARGADO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO INTERESSADOS: JOSÉ BERNARDO ORTIZ CAPRICÓRNIO S/A DIANA PAOLUCCI S/A INDÚSTRIA E COMÉRCIO MERCOSUL COMERCIAL E INDUSTRIAL LTDA. FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO - FDE Vistos. Voto nº 11.480. À Mesa, em julgamento em conjunto com os Embargos de Declaração nº 2042486-15.2013.8.26.0000 (Voto nº 11.479). São Paulo, 23 de julho de 2014. ALIENDE RIBEIRO Relator (assinatura eletrônica).

Todos os réus estão intimados a comparecer ao julgamento dos embargos de declaração de Ortiz Junior contra o Ministério Público. Além do papai Bernardo Ortiz são igualmente interessadas as empresas Capricórnio e Diana Paolucci e a FDE, presidida à época pelo ex-prefeito taubateano.

Todos estão sendo investigados por improbidade administrativa e enriquecimento ilícito. A justiça bloqueou R$ 34.920.198,00 dos envolvidos.