Páginas

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

CAIXÃO DE ORTIZ JR PODE SER
FECHADO NA PRÓXIMA 6ª FEIRA

O Tribunal Regional Eleitoral completa o julgamento do recurso de Ortiz Junior na próxima sexta-feira. A decisão foi publicada no final da tarde desta sexta-feira (26), às 16h11.

FASE ATUAL:

26/09/2014 16:11-RE nº 587-38.2012.6.26.0141 incluído na Pauta de Julgamento nº 125/2014 . Julgamento em 03/10/2014.

Juiz-relator Roberto Maia Filho vota pela cassação de
Ortiz Jr, Edson Aparecido e inelegibilidade de Bernardo
O julgamento do recurso eleitoral 58738 foi iniciado no dia 31 de julho. O relator, juiz Roberto Maia Filho, confirmou a cassação do prefeito Ortiz Junior e de seu vice Edson Aparecido de Oliveira, além de tornar o velho caudilho Bernardo Ortiz inelegível.

O juiz Alberto Zacharias Toron, nomeado para ocupar o cargo em abril deste ano, pediu vista e o julgamento foi suspenso. Foi acompanhado por seu colega L. G. Costa Wagner. Ortiz Junior ganha uma sobrevida de 56 dias no cargo, do qual pode ser defenestrado na próxima quinta-feira.

Advogado faz sustentação oral em defesa de Ortiz Jr
Todas as medidas protelatórias apresentadas pela defesa de Ortiz Junior foram acatadas pelo juiz-relator Roberto Maia Filho. Ortiz Junior, se cassado, não poderá jamais alegar cerceamento de defesa.

Seus advogados apelaram de todas as formas: fizeram sustentação oral em defesa do tucano e anexam um documento do Tribunal de Justiça na véspera do julgamento, no final do expediente do TRE, tornando difícil uma decisão à respeito, obrigando dois juízes a pedirem vistas apenas para obter o adiamento do julgamento.

A juíza federal Diva Malerbi votou acompanhando o juiz-relator Roberto Maia. Os juízes Alberto Toron e L. G. Costa Wagner deram seus votos por escrito e, ao que tudo indica, ambos também pedem a cassação de Ortiz Junior e de seu vice Edson Aparecido de Oliveira.

Faltam os votos do vice-presidente do TRE, desembargador Mário Davienne Ferraz e do juiz Silmar Fernandes. O presidente do TRE, desembargador Antônio Carlos Mathias Coltro, só vota em caso de empate.

Os dias de Ortiz Junior como prefeito de Taubaté e de Edson Aparecido de Oliveira como vice estão contados. É melhor o presidente da Câmara Municipal, vereador Carlos Peixoto, começar a arrumar as malas e trocar a Casa Dr. Pedro Costa pelo Palácio do Bom Conselho.