Páginas

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

FENÔMENO MARINA AINDA PODE
MUDAR QUADRO DE CANDIDATOS

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

Últimos números de pesquisas ainda podem sugerir alterações aos quadros partidários que disputam a eleição de 2014.

Além de Aécio Neves no terceiro lugar, o crescimento de Marina Silva, inclusive em São Paulo, leva facções petistas a avaliarem convite ao ex- presidente Lula a substituir Dilma Rousseff na chapa presidencial.

Tanto Aécio Neves quanto Dilma podem mudar o rumo da campanha, deixando de concorrer.

Se Dilma quiser dar a cabeça da chapa ao ex-presidente Lula poderá fazê-lo. Mas precisa haver concordância dos demais partidos que compõem a coligação e a troca tem de acontecer até 20 dias do primeiro turno, ou seja, 15 de setembro.

É o que dita a resolução 23 mil 405 do TSE, que estabeleceu regras para o atual processo eleitoral.

Aécio também pode, com base na mesma resolução, sair da disputa pela presidência e concorrer ao governo de Minas Gerais, como sugerem alguns...

Importante dizer que os dois candidatos não fizeram publicamente qualquer indicação nesse sentido. São apenas conjecturas.

O fato é que o fenômeno Marina Silva está produzindo desconforto nos grupos adversários.

Falei e disse!