Páginas

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

"MARIONETE"

Silvio Prado, professor

A imaginação de Marina
Parece que não tem limite
Pois com a tal política nova
Onde tudo se admite
Até tornou Chico Mendes
Em gente da nossa elite.

Chico sentiu-se traído
Com essa da Marionete
Que não percebe o ridículo
Que sua ilusão promete
Pois se eleita, em Brasília,
Do Itaú vai ser garçonete.