Páginas

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

RIGOR NA REPULSA AO
RACISMO NO ESPORTE

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

O Grêmio terá argumento para recorrer da decisão arbitral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. A condenação unânime à exclusão da Copa do Brasil faria sentido se o clube fosse conivente com a prática do racismo. Mas, ao contrário, além de repelir o obscurantismo rançoso de pessoas que estavam entre os torcedores, colaborou com a investigação, fornecendo imagens e identificando alguns.

O racismo se combate punindo exemplarmente os culpados. A torcedora que apareceu soletrando a expressão ma-ca-co, diante do vídeo. Mas excluir oi clube da competição pode inaugurar precedente perigoso. Torcedores de equipes rivais podem se infiltrar nos próximos jogos, apenas para ver os adversários caindo nas tabelas, agravando ainda mais a violência nos estádios.

Infelizmente o sentimento odioso do preconceito, e, qualquer tipo dele, é difícil de ser combatido. Mas deve ser repelido com rigor, na dose certa e diante da pessoa certa. Espargido a esmo vai se tornar arma de vendeta entre torcidas rivais e de odiosa injúria.

Falei e disse!