Páginas

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

JUSTIÇA CONDENA LOJA VIRTUAL POR
NÃO ENTREGAR PRESENTE DE NATAL

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

Loja virtual que não entregou presente de Natal no prazo tem que indenizar.

Pela compra de 153 reais pagou 10 mil, por dano moral e mais o valor do presente ao pai da criança.

Vai chegando o natal e começam as tentadoras ofertas virtuais. Nesse caso o pai comprou uma bicicleta no início de dezembro de 2011, com promessa de entrega em uma semana. O filho ficou sem brinquedo e o pai com cara de bobo.

A Americanas.com remarcou várias vezes o prazo de entrega, mas não correspondeu às promessas.

O pai entrou com ação e ganhou. Mas a empresa recorreu, alegando que era problema da transportadora terceirizada. Acabou condenada também no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, porque na relação de consumo a responsabilidade é de todos os envolvidos no negócio.

De se lamentar apenas a demora. Três natais já se passaram, praticamente.

Falei e disse!