Páginas

terça-feira, 28 de outubro de 2014

SUPERADA A VERGONHA,
ITÁLIA JULGA PIZZOLATO

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

A Justiça Italiana julga amanhã o pedido do governo brasileiro para extraditar o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato.

O julgamento na Corte de Apelação de Bolonha está previsto para as 10h, horário local, três horas a menos em relação ao horário oficial de Brasília.

Henrique Pizzolato,condenado a 12 anos e sete meses de prisão por lavagem de dinheiro no processo do mensalão, fugiu do Brasil em setembro do ano passado, mas foi preso em fevereiro, em Maranello, Itália.

A corte italiana demorou a iniciar o julgamento, porque cobrou do Brasil informações as condições dos presídios nacionais, famosos por desumanidades.

A Procuradoria-Geral da República e o Supremo informaram que têm condições de garantir a integridade de Pizzolato no Presídio da Papuda, onde estiveram outros condenados no processo.

Pizzolato tem dupla cidadania. Pensava estar seguro quando fugiu. Mas, ao contrário do que pensava, pode ser extraditado para o Brasil.

Falei e disse!