Páginas

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

VEJA PENSA QUE ELEITOR É CEGO

Sou jornalista e blogueiro. Meu blog nasceu para estimular as pessoas a discutirem política. Basicamente escrevo sobre a política da microrregião de Taubaté, que tem um prefeito (tucano, diga-se de passagem) em vias de ser cassado pelo TRE-SP.

Sou um observador da política nacional e me considero razoavelmente bem informado para dar pitacos sobre o tema. Como esta infâmia cometida pela Veja, uma revista em estado falimentar, que flerta com o golpe a fim de tirar do poder o governo trabalhista de Dilma Rousseff, que faz uma “denúncia” sem provas para oxigenar o tucano Aécio Neves

Dilma foi à luta contra a Veja. Pediu direito de resposta ao TSE, que já negou seu pedido. Uma mulher de 66 anos, de vida limpa, contra quem não será encontrada nenhuma nódoa a manchar sua biografia, diferentemente do tucano Aécio Neves, que dirige bêbado, que constrói com dinheiro público aeroporto em terras de familiares, que bate em mulher, que investe dinheiro público em suas emissoras de rádio quando era governador de Minas.

Este é o verdadeiro bandido, que a Veja esconde. É Aécio quem tem ligação com os Perrella, de cuja família a Polícia Federal apreendeu um helicóptero com 450 quilos de cocaína. É Aécio quem é acusado volta e meia, pela internet, de fazer uso de substâncias proibidas. Contra  crápula mineiro a Veja se cala, porque recebeu nos últimos anos, do governo do PSDB, cerca de R$ 52 milhões pela venda de livros e revistas para as escolas estaduais.

Abaixo, o vídeo corajoso da presidente Dilma Rousseff, extraído do sítio Muda Mais, criticando a Veja, afirmando que a revista, que está em estado pré-falimentar, comete crime eleitoral ao oferecer denúncia sem provas, com enorme irresponsabilidade, informação esta já desmentida pelo advogado do doleiro Alberto Youssef.



Aqui, as “capas” da Veja que não foram publicadas. A revista, golpista, virou motivo de chacota nacional.