Páginas

terça-feira, 25 de novembro de 2014

ALTAMIRO BORGES ALERTA: A DIREITA
ESTÁ MUITO VIVA E BEM ORGANIZADA

O movimento Povo, Política e Participação, nascido em 1º de novembro deste ano, em Taubaté, organizou na noite de segunda-feira (24) um encontro com o blogueiro e jornalista Altamiro Borges, dono do Blog do Miro, um dos mais acessados do Brasil.

Miro falou sobre a democratização da mídia que se pretende no Brasil, a partir da regulação econômica das empresas de comunicação. Avançou no assunto para falar da propriedade cruzada, que permite o predomínio de pouquíssimas famílias sobre o que se publica no país.

Altamiro Borges: a necessidade da regulação da mídia no Brasil
A propriedade cruzada já acabou na Argentina, onde o Grupo Clarin mantinha a hegemonia das comunicações com emissoras de televisão, de rádio e jornal, além da internet. Isto ocorre no Brasil em relação às Organizações Globo.

Ao deter o poder de informar, a mídia tem também o poder de “formar” a opinião pública em favor do pensamento conservador, atrelando-nos aos Estados Unidos, fazendo-nos desconhecer a importância do Mercosul e dos Brics para o nosso próprio desenvolvimento econômico e social.

Altamiro Borges alertou para o fato de a direita brasileira estar muito viva e bem organizada, para sugerir que a sociedade deve ser organizar para enfrentar os próximos lances do xadrez político que está em curso, inclusive com um possível pedido de impeachment da presidenta Dilma.

Outro ponto abordado pelo blogueiro foi a vitória épica de Dilma nas eleições que se encerraram.

A presidenta reeleita enfrentou uma mídia feroz, capaz de perpetrar atos sórdidos como a capa da Veja, a três dias das eleições, em uma operação que envolveu outras empresas, em vários pontos do país, para imprimir e distribuir apenas a capa da revista como um panfleto de campanha eleitoral.

O blogueiro prevê que Dilma terá muita dificuldade para governar a partir de um Congresso mais conservador e com uma base de apoio menor do que a que tinha. Acredita, contudo, que a presidenta amadureceu politicamente e percebeu que antes de apresentar as planilhas de obras de seu governo, é preciso fazer política.

Os movimento sociais, que foram às ruas nos últimos dias de campanha eleitoral, perceberam que a manipulação midiática para eleger seu representante, Aécio Neves, visava apenas o retrocesso nas conquistas sociais obtidas pelo povo brasileiro e nos devolver à penúria de antes.

O povo está acordando de um sono letárgico e Taubaté, com o Movimento Povo, Política & Participação, dá o pontapé inicial nesta luta que é de todos nós.