Páginas

terça-feira, 11 de novembro de 2014

CARLÃO DEVE SER EMPOSSADO
EM 24H, NA VAGA DE ORTIZ JR

Não há milagre que salve Ortiz Junior de rolar escada abaixo no Palácio do Bom Conselho.

O Código Eleitoral (Lei 4.737/65) é claro em seu artigo 257: “Os recursos eleitorais não terão efeito suspensivo”.

Em português claro, o tucano está cassado e ponto final.

Cabe à juíza eleitoral de Taubaté, Sueli Zeraik, empossar o vereador Carlos Peixoto – Carlão (PMDB) como prefeito de Taubaté.

Ortiz Junior está inapto para responder pelo cargo de prefeito uma vez que seu diploma foi cassado pelo TRE-SP, em segunda instância.

O parágrafo único do mesmo artigo não deixa dúvida:

A execução de qualquer acórdão será feita imediatamente, através de comunicação por ofício, telegrama, ou, em casos especiais, a critério do Presidente do Tribunal, através de cópia do acórdão”.

A juíza eleitoral de Taubaté foi comunicada ontem (10), por meio eletrônico, da decisão do TRE-SP, que cassou o diploma e os direitos políticos do agora ex-prefeito José Bernardo Ortiz Monteiro Junior.

A lei prevê que “a execução de qualquer acórdão será feita imediatamente”.

Ou seja, não é preciso desenhar para o eleitor taubateano entender que a Justiça Eleitoral deve dar posse imediata ao presidente da Câmara Municipal de Taubaté, o vereador Carlos Peixoto – Carlão (PMDB).

Os advogados de Ortiz Junior, que se encontra em local incerto e não sabido, estão em Brasília para impetrar, possivelmente, uma ação cautelar, com pedido de liminar que mantenha o tucano no cargo..

Carlão poderá ser o terceiro membro da família Peixoto a assumir a Prefeitura de Taubaté, que já teve Milton de Alvarenga Peixoto e Roberto Pereira Peixoto no comando da administração pública.

Ironia das ironias: um Peixoto deve assumir a vaga deixada por um Ortiz, que sairá da Prefeitura pela porta dos fundos.

“Oh! céus Oh! vida! Oh azar! Isso não vai dar certo” deve repetir o tucano ao se lembrar da hiena Hardy, do desenho animado Lippy e Hardy.

Quando a Dra. Sueli Zeraik dará posse a Carlos Peixoto?

O vereador Salvador Soares (PT) deve protocolar agora à tarde, por volta das 16 horas, um documento no qual cobra da juíza o cumprimento da legislação eleitoral.