Páginas

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

BOM SENSO MANDA REVER CONCEITOS
DE APROVEITAMENTO DA ÁGUA

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

O Governador de São Paulo coloca os “gastões” de água na mira da punição. Está hoje na imprensa que poderão ser multados. Crise manda rever conceitos.

Ontem a ideia era o uso pleno de reciclados. Simbolizavam menor consumo de água. Depois de utilizados, pratos, copos e talheres descartáveis iam para o lixo...

Agora percebe-se que isso reduz o consumo visível de água, mas não leva em conta o que foi incorporado de líquido na linha de produção desses materiais.

Limpar o lixo a ser descartado para reutilização era uma prática. Agora deve-se ter cuidado com o desperdício. Sugere-se deixar o material a ser descartado na pia, para que fique limpo enquanto a água de enxágüe da louça cai sobre ele...

As autoridades estão muito focadas no desperdício do consumidor. Mas não estão atentas ao desperdício das linhas de produção. Está comprovado, inclusive pela FAO (órgão da ONU para a produção de alimentos) que 70% da água doce disponibilizada é usada pela agricultura, 20% pela indústria e apenas 10% é utilizada para consumo doméstico.

Alternativas como água de reúso e captação da chuva são alternativas interessantes.

Sinal dos tempos. Conceitos sobre reaproveitamento da água precisam realmente ser revistos.

Falei e disse!