Páginas

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

CAMPANHA PELA DEMOCRATIZAÇÃO
DA MÍDIA NA PRAÇA D. EPAMINONDAS

Neste sábado (6), entre 9 horas e meio-dia, integrantes do Movimento Povo Política & Participação estarão na Praça D. Epaminondas colhendo assinaturas para a campanha nacional pela democratização da mídia, coordenada pelo Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), com sede em Brasília.

Importante que a militância dos partidos políticos participe do movimento e, mais que isso, assine o documento. Basta levar o título de eleitor. O grupo que recolherá as assinaturas montará uma tenda bem no meio da praça, para ser facilmente encontrada.

Taubaté, pioneira em tantos movimentos, ocupa o noticiário, quando ocupa, com o que há de pior em política:

1. a ex-primeira-dama desta urbe quase quatrocentona, Lu Peixoto, estrelou uma reportagem no Fantástico, em 2011, ao lado de outras primeiras-damas, que mostrava a atuação das mesmas no desvio de verbas em suas respectivas cidades.

2. um engenheiro taubateano, Paulo Preto, ocupou as manchetes dos jornais como o homem que teria desviado cerca de R$ 4 milhões da campanha de José Serra à presidência da República em 2010.

3.o ex-prefeito de Taubaté, José Bernardo Ortiz, também estrelou matéria na TV Band, que denunciava os malfeitos existentes na FDE, que ele presidia à época, sem que nada fosse feito para combatê-las.

4. a revista IstoÉ, em julho de 2012, brindou seus leitores com uma extensa matéria mostrando os bastidores da FDE e a participação de Ortiz Junior no conluio de empresas para fraudar licitações na FDE.

5. Taubaté foi ridicularizada em 2011, com uma matéria de 8 minutos no CQC, sobre compra de ovos pela Prefeitura, que dava a impressão que haviam sido superfaturados. O apresentador do programa se vestiu de galinha para tentar uma entrevista com o então prefeito Roberto Peixoto.

Vamos colocar Taubaté no noticiário de forma positiva. Vamos assinar o documento pela democratização da mídia. Taubaté deve servir de exemplo nacional de luta pela democracia da mídia.

Sem mídia democrática, não há democracia. Participe!

Não esqueça de levar seu título de eleitor.