Páginas

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

OBRIGADO! CHEGAMOS A UM
MILHÃO DE ACESSOS AO BLOG

Precisamente às 13h26 desta terça-feira (30) chegamos à marca histórica, para nós, de UM MILHÃO de acessos ao blog.

A marca é histórica porque o blog basicamente aborda termas políticos de Taubaté, principalmente, de Pindamonhangaba e de cidades da região de São Luiz do Paraitinga.

Quando o blog nasceu, no final de julho de 2010, não definimos qual linha editorial adotaríamos.

Fui investigador de polícia e não queria escrever sobre o dia-a-dia dos crimes corriqueiros, que fazem a alegria e a pauta dos telejornais e das emissoras de rádio. É impossível concorrer com estas mídias no quesito “matéria policial”.

Fui repórter esportivo de rádio por longos 20 anos, mas este também não era o tema de minha predileção para um blog. Há dezenas de sítios especializados em esporte, que são atualizados várias vezes ao dia.

Sem saber direito sobre o que escrever, dava meus pitacos sobre as eleições presidenciais daquele ano. Quando fui para o Espírito Santo, em dezembro de 2010, para o réveillon, havia recebido a visita de 6 mil internautas.

Fiquei exultante. O número, para mim, era expressivo... 6 mil visitas...o blog tinha apenas cinco meses de vida e recebia mais de mil visitas por mês. Hoje ultrapassamos este número diariamente, quando não chegamos a dois mil acessos diários.

Em 31 de março de 2011 publicamos o depoimento de Fernando Gigli ao Ministério Público denunciando possíveis falcatruas cometidas pelo ex-prefeito Roberto Peixoto com a merenda escolar adquirida pelo município.

O processo instaurado pelo TRF-3, atualmente em segredo de justiça, continua tramitando na Capital.

A grande repercussão da matéria e a instalação de uma comissão processante na Câmara Municipal para analisar as denúncias contra Peixoto (merenda escolar e remédio) definiram o perfil do blog: escrever sobre política de Taubaté e Pindamonhangaba especificamente.

No município vizinho o Ministério Público procedia a uma grande investigação sobre o fornecimento de merenda escolar envolvendo, inclusive, o cunhado do governador Geraldo Alckmin, Paulo Ribeiro. Este processo também tramita pelo TRF-3.

Ainda no final de 2011 (leia aqui), outra matéria-bomba publicada pelo blog mostrava o então pré-candidato a prefeito pelo PSDB Ortiz Junior em uma reunião de “negócios” com um empresário.

Descobriu-se, em 2012, que o “negócio” em tratativa era parte do financiamento para a campanha eleitoral que se avizinhava. O Ministério Público ofereceu denúncia à 4ª Vara da Fazenda Pública da Capital, que a aceitou e abriu processo para averiguar. O processo ainda está em tramitação.

José Bernardo Ortiz e Ortiz Junior apresentaram queixa-crime contra este blogueiro em 2012, por conta das matérias publicadas no blog. Bernardo Ortiz foi demitido da FDE pelo governador Geraldo Alckmin e Ortiz Junior se elegeu prefeito de Taubaté com quase 100 mil votos.

Os processos contra o blog foram considerados improcedentes pela Justiça. Fui absolvido. Os perdedores, Bernardo Ortiz e Ortiz Junior, recorreram ao TJ para tentar modificar a sentença de primeira instância.

O mesmo não pode afirmar Ortiz Junior.

A ação de investigação judicial eleitoral proposta pelo Ministério Público Eleitoral contra o tucano em 2012 redundou em sua cassação TRE – o primeiro prefeito cassado judicialmente na história política de Taubaté, como pode ser lido aqui.

Ou seja, a bomba disparada pelo blog em 2011 não era um traque malchiroso, como afirmou um dos muitos sabujos de Ortiz Junior, hoje arrependido pelo apoio dado ao tucano.

Estou comemorando um milhão de acessos ao blog mas tenho consciência que a luta pela minha independência jornalística não terá fim.

No próximo dia 24 de fevereiro tenho um encontro, ao lado do amigo Antonio Barbosa Filho, com a Dra. Sueli Zeraik, cujo mandato como juíza eleitoral de Taubaté se encerra neste dia 31 de dezembro.

Estamos sendo processados por termos denunciado a Faculdade de Medicina da Unitau, que “arrumou” uma vaga para a filha da magistrada contra todos os critérios de seleção e de vaga no 2º ano do curso, em 2013.

Por último, há um inquérito tramitando na Delegacia Seccional de Polícia de Taubaté, movido contra este blogueiro pelo vereador Joffre Neto, aqui chamado de Catão da Vila São Geraldo.

O inquérito ainda não é processo. Quand0o chegar a hora, o vereador desnecessário terá que explicar a afirmação mentirosa que fez a meu respeito.

Será uma briga boa de brigar...