Páginas

domingo, 25 de janeiro de 2015

VAMOS AJUDAR A TV CIDADE?

Na madrugada de 22 para 23 de dezembro do ano passado, o estúdio da TV Cidade foi criminosamente incendiado, além do roubo de oito câmeras, computadores e outros equipamentos.

O prejuízo é estimado em cerca de R$ 400 mil. O incêndio só não ganhou proporções catastróficas graças à previdência de seu diretor, Jefferson Mello, que havia equipado o estúdio com espuma acústica antichama, o que evitou a propagação das chamas.

A TV Cidade é a única emissora de Taubaté a mostrar o que realmente acontece na cidade em termos culturais e políticos, abrindo espaço para a sociedade se manifestar sem censura.

Hoje, a TV Cidade está funcionando em caráter precário.

Aqui cabe mais uma vez elogios ao esforço do casal Jefferson e Cláudia Mello, por conseguir manter a emissora no ar e sua programação inteiramente voltada aos interesses de Taubaté.

Chegou a hora de a sociedade taubateana se mobilizar, se sensibilizar com o  drama vivido e ajudar financeiramente a TV Cidade a se reerguer, a recuperar seu estúdio, recomprar câmeras e equipamentos.

Se o incêndio foi criminoso ou não, a Polícia Técnica  determinará. As polícias Civil e Federal cuidarão de encontrar os criminosos.

Enquanto nada disto acontece, façamos um mutirão financeiro para reerguer a TV Cidade.

Na sexta-feira (23/01), exatamente um mês após o trágico assalto seguido de incêndio no estúdio da TV Cidade, dei minha contribuição de R$ 50,00 para abrir a campanha de mobilização da sociedade taubateana em favor da mais democrática emissora desta urbe quase quatrocentona.

Deposite quanto você puder, por transferência bancária ou diretamente em qualquer agência da Caixa Econômica Federal.

A conta que aguarda sua contribuição é esta:

Caixa Econômica Federal

Agência 0360
Tipo 003
Conta 2514-6

Associação das Entidades Administrativas e Usuárias do Canal Comunitário de Taubaté

Toda contribuição será bem vinda, pelo que este blog antecipa agradecimentos, com a certeza que o taubateano não deixará Jefferson e Cláudia Mello  falando sozinhos.

A hora é e solidariedade! Seja solidário!