Páginas

segunda-feira, 2 de março de 2015

CIDADANIA, A COLUNA DO CATALDI*

O DIA NA HISTÓRIA

Segunda-feira, 02 de março. Faltam 304 dias para o fim do ano. 18 para o início do outono. É dia da Oração. O Coronel Moreira César atacava Canudos, onde seria derrotado e morto (1897). Aniversário do cantor Nelson Ned (1947). Inauguração do Sambódromo do Rio de Janeiro, uma das conquistas emblemáticas de Leonel Brizola, imitado em todo o Brasil (1984). Morte dos “Mamonas Assassinas” em acidente aéreo (1996).

EXPECTATIVA ENORME QUANTO À LISTA DOS DENUNCIÁVEIS

Apesar das ameaças, inclusive quanto a segurança pessoal, o procurador geral da república Rodrigo Janot encaminha ao ministro Teori Zavasky, as listas de políticos suspeitos na operação lava jato, que figuram nas delações de doleiros, empresários e ex-dirigentes da Petrobrás.

São as últimas peças para completar o quebra-cabeça do maior desvio de recursos públicos da história do Brasil. São mais de 28 políticos que abocanhavam recursos da maior sangria já praticada contra os cofres da Petrobrás, e, por conseguinte, do País.

Os delatores esperam favorecimento na redução das penas como permite a lei, se eventualmente as delações levarem ao esclarecimento dos crimes praticados pela quadrilha.

Documentos envolvendo deputados e senadores serão encaminhados ao Supremo Tribunal Federal. O que menciona ex-ministros e ex-governadores será examinado pelo Superior Tribunal de Justiça.

A tal “lista de Janot” tem tirado o sono de muita gente. Até um ex-presidente que, a confirmar-se a participação, deixa claro que tudo que aconteceu a ele anteriormente não serviu como lição.

Pobre País, carente de bons exemplos... Que o digam os membros do PCC, do Comando Vermelho e que tais...

Falei e disse!

*José Carlos Cataldi é jornalista e advogado