Páginas

quarta-feira, 11 de março de 2015

FHC TEM DNA GOLPISTA

Velhinho de Taubaté

Sou um sexagenário que sempre trabalhou e não conseguiu "fazer" dinheiro. Não possuo nenhum bem material - casa, carro, terreno, dinheiro em banco, etc. Vivo de minha merecida aposentadoria, pego carona com os amigos ou, dependendo da situação, vou de táxi ou de ônibus aos meus compromissos, que não são tantos assim.

Estarrece-me ver pessoas como FHC, que a história há de esquecer que um dia foi presidente dessa nação, pregar, com a maior desfaçatez, o impeachment da presidenta Dilma, como se estivéssemos em uma republiqueta qualquer.

Pensava sobre a insensatez de FHC quando me lembrei de uma leitura recente, o livro 1889, de Laurentino Gomes. FHC tem DNA golpista: seu avô, o alferes Joaquim Inácio Cardoso, queria fuzilar D. Pedro II quando a monarquia fosse derrubada.

No final da página 41 se reproduz um suposto diálogo entre Benjamin Constant e o avô de FHC na noite de 6 de novembro de 1889, quando o primeiro pergunta o que se deveria fazer com o imperador após sua queda.

- O que devemos fazer do nosso imperador? - perguntou Benjamin Constant.
- Exila-se - propôs Joaquim Inácio Cardoso.
- Mas se resistir? - insistiu o prócer republicano
- Fuzila-se - sentenciou Joaquim Inácio, que seria avô no futuro de FHC.
- Oh, o senhor é sanguinário! - redarguiu Benjamin Constant.

O golpe está no sangue de FHC. Com a mão do gato, o ex-presidente tira a castanha do fogo. Foi assim na teoria do sangramento de Lula pregada pelo Príncipe dos Sociólogos em 2005. Está sendo assim agora com o sangramento de Dilma desejado por Aloysio Nunes, que pôs seu único neurônio para funcionar. FHC é o grande pensador tucano.

Escrevi estas coisas para chamar a atenção dos amigos internautas para o vídeo em que o jornalista Paulo Henrique Amorim denuncia, com todas as letras, o ex-presidente FHC e o senador Serra de terem recebido propina, segundo delatou o doleiro Alberto Youssef na Operação Lava Jato.

Todos se lembram das manifestações de junho de 2013, que não era propriamente contra Dilma Rousseff. Depois, em 2014, pregaram o caos, que os estádios cairiam durante a Copa, que os turistas seriam assaltados nas ruas, etc etc. Nenhum brasileiro levou para o lado político o acachapante 7 a 1 da Alemanha sobre o Brasil.

Chegaram as eleições e o golpe novamente se fez presente, com a capa criminosa da Veja. Dilma ganhou apertado uma eleição que poderia ser mais folgada.

Derrotados, PSDB et caterva recorrem ao TSE para pedir recontagem dos votos. Nova derrota dos tucanos, que não tiraram o golpe de sua agenda política.

Com a mídia golpista a seu favor, investem no caos, espalham boatos e apavoram as almas mais suscetíveis aos falsos alarmes emitidos por essa gente de bico falso.

Não vai haver confisco de dinheiro dos bancos. Por si só este seria um grande motivo para uma revolta popular sem par no Brasil, assim como não houve corte do Bolsa Família pregado por terroristas cibernéticos o ano passado, que levou milhares de mulheres desesperados à CEF, com medo de perder o benefício.

Sexta-feira (13) tem manifestação por todo o Brasil em defesa da Petrobras. Não sei como será na minha Taubaté, uma cidade tão acolhedora, mas que pode ser considerada a capital dos coxinhas no Vale do Paraíba.

Não é possível que o laborioso povo taubateano não saiba que o atual prefeito, do PSDSB, já foi cassado em duas instâncias e pode ser cassado novamente em outro processo eleitoral.

Não é possível que as pessoas ignorem que o atual prefeito foi multado em São José do Barreiro (R$ 133 mil) porque recebeu o pagamento mas não executou o serviço para o qual foi contratado.
Quem não sabe que o atual prefeito pode ser condenado em São Paulo por improbidade administrativa? Quantos sabem que o pai do atual prefeito não tem uma reles conta corrente porque, além de ter os bens bloqueados pela justiça, deve para os cofres públicos de Taubaté?

Sei que é chover no molhado recordar estes fatos que a mídia tradicional não noticia. Sei também que não vou faze a cabeça de ninguém com este texto, mas sei que posso fazê-lo pensar e, quem sabe, ir às ruas para lutar pela garantia do governo trabalhista de Dilma e a Petrobras, que é nossa, é dos brasileiros.

Aqui, o link para o blog do Velhinho de Taubaté.

Aqui, o link para a matéria do PHA.São só três minutinhos. Vale a pena investir seu tempo para receber uma informação correta, sem distorções.