Páginas

quinta-feira, 2 de abril de 2015

BANCO NÃO PODE INVENTAR
LIMITE DE CHEQUE ESPECIAL
PARA COBRIR DIVIDA DE CLIENTE

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

Decisão da 2ª Câmara Comercial do Tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou ao Bradesco devolver ao cliente, o salário retido integralmente para pagar dívida e despesas tarifárias.

A instituição bancária descontou um cheque em valor superior ao saldo do cliente, gerando por sua conta um limite especial para cobrir o que ficou no vermelho, agravando ainda por cobrança de juros e outras taxas.

Para sair da situação que ele próprio gerou, o banco reteve salários do correntista por 3 meses

O cliente ingressou na Justiça. Alegou que não contratou cheque especial ou limite de crédito para sua conta. A decisão também levou em conta a conduta agressiva do banco, desrespeitando inclusive a impenhorabilidade do salário.

Não é a toa que bancos e instituições financeiras figuram em posição de destaque no top five dos procons e juizados...

Falei e disse!