Páginas

quinta-feira, 9 de abril de 2015

EM MATÉRIA DE CORRUPÇÃO NO BRASIL,
HÁ SEMPRE UM ROMBO MAIOR...

José Carlos Cataldi, jornalista e advogado

Dizem que a roubalheira no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais do Ministério da Fazenda é muito maior que o ‘mensalão’ e os rombos na Petrobrás. Vai daí a necessidade de investigação, reversão dos valores que lesaram o tesouro aos cofres públicos, e, sobretudo, cadeia...

Existe, no entanto, a necessidade do CARF voltar a funcionar o quanto antes. Há inúmeros recursos pendentes. Mas, para isso, há necessidade de reformulação do Conselho. Inclusive mudança no regimento interno.

Para isso foi criado um grupo de trabalho, composto por 2 representantes da Secretaria Executiva; do próprio CARF; da secretaria da receita federal; e da procuradoria geral da fazenda.

Os advogados, com justo motivo, querem que a OAB possa designar também 2 representantes, cumprindo o papel institucional que a legislação reserva a ela, INCLUSIVE COMO FISCAL para evitar falcatruas.

O Governo a cada instante afirma que existe corrupção no mundo inteiro. É verdade! Só que aqui é demais. É preciso dar um basta! Ou acabamos com a corrupção ou ela acaba com o Brasil.

Falei e disse.