Páginas

segunda-feira, 29 de junho de 2015

SALVADOR KHURIYEH É O RESPONSÁVEL
PELA "INVASÃO" DA PAULISTA

O ex-prefeito taubateano Salvador Khuriyeh é um dos responsáveis pela alegre "invasão" de milhares de paulistanos, neste domingo (28), na principal avenida do Hemisfério Sul, a Paulista.
Para quem não sabe, Khuriyeh é um dos responsáveis pela implantação das faixas exclusivas para ônibus na Capital, além de ciclovias e outras obras de mobilidade urbana.
Diretor do SPTrans, empresa pública ligada à Prefeitura de São Paulo, o taubateano responde diretamente para Jilmar Tato, o secretário de Transportes da Capital. Acima deles, apenas o prefeito Fernando Hadad.
Contudo, apesar de seu preparo técnico e político, Salvador Khuriyeh, formado em engenharia pela Universidade de Taubaté, teria poucas chances de tornar a ser prefeito de Taubaté.
Em uma cidade conservadora ao extremo, dominada politicamente, há anos, por demagogos e déspotas, aliado ao fato de estar ausente do debate diário da política taubateana, sua chances seriam ínfimas.
Perdem os taubateanos, que teriam um prefeito dinâmico na administração da cidade, e os servidores municipais, que tiveram em Salvador Khuriyeh, quando este dirigiu a cidade, entre 1989 e 1992, alguém interessado na carreira destes profissionais.
Abaixo, texto e foto extraídos do portal Brasil 24/7 
Em primeiro plano, Jilmar Tato, secretário de Transportes da Capital, durante a "invasão" da Paulista. Foto: Brasil 24/7

A avenida Paulista foi ocupada por milhares de pessoas neste domingo, durante a inauguração da ciclovia. A experiência pode virar regra, se depender do prefeito Fernando Haddad (PT).
O petista pediu um relatório para técnicos da CET para avaliar impacto no trânsito com a interdição de circulação de carros.
"Seria bom fazer da Paulista aos domingos um grande parque, onde as pessoas pudessem passear com segurança", afirmou o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.
Segundo ele, há a possibilidade de montar uma operação especial para os acessos aos hospitais e aos moradores, como ocorre no autódromo de Interlagos em dia de Fórmula 1.