Páginas

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

TAUBATEANOS DEFENDEM DEMOCRACIA

Os taubateanos que participaram quinta-feira (20), no Largo da Batata, em São Paulo, das manifestações antigolpistas voltaram felizes pela constatação de que, se for preciso, o povo vai às ruas para defender os direitos duramente conquistados pela nossa jovem democracia.

Ficou clara a consciência popular em torno do momento político conturbado que o país vive desde a reeleição de Dilma o ano passado.

A crise é pré-fabricada em Curitiba, ganha contornos de realidade em Brasília e vira verdade nas edições do Jornal Nacional, com o apoio do restante do PIG e da fascista Rádio Jovem Pan.

Foi muito bom assistir de perto as manifestações de milhares de estudantes, centrais sindicais, partidos políticos, movimentos sociais de sem-terra e sem-teto, profissionais liberais, metalúrgicos, bancários, comerciários e donas de casa. Muitas donas de casa.

A Folha de S. Paulo informa em sua edição de hoje que hoje (21): "pessoas de famílias com renda mensal de até 2 salários mínimos eram 24% da manifestação desta quinta. No domingo, somavam 6%. No polo oposto, o grupo dos mais ricos (acima de 20 salários) representava 5% dos presentes nesta quinta ante 17% do ato anti-Dilma. No protesto desta quinta, pardos e pretos somavam 49%. No domingo, eram 20%."

Os números da Folha, comparando as manifestações de domingo (16) e a de ontem (20), deixam claro que o povo não está disposto a aceitar um golpe, seja militar ou civil, para derrubar a presidenta Dilma.

No grito os coxinhas golpistas não ganharão. As manifestações de ontem, com cara de povo, se repetirão quantas vezes for necessária.

Ninguém fez selfies com a Polícia Militar, que mandou um grande contingente ao local da manifestação. Não houve tumulto.

Taubaté esteve presente nas manifestações.

Abaixo, algumas fotos tiradas quando os alto-falantes anunciavam a presença de 15 mil pessoas no local. Na edição de hoje a Folha fala em 37 mil, subvalorizando a projeção da própria PM, que apontou 60 mil manifestantes no Largo da Batata..