Páginas

terça-feira, 15 de setembro de 2015

JOFFRE SE ALIA A JEFERSON.
RESULTADO: AMBOS APANHAM

O vereador Joffre Neto (PSD), que cumpre seu último mandato como vereador, não conseguiu se eleger secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal na sessão de segunda-feira (14). Perdeu para o vereador Douglas Carbonne (PCdoB), eleito com 10 votos.

Na semana anterior, Salvador Soares (PT) renunciou à secretaria da Mesa por divergências com o vereador Rodrigo Luís Silva - Digão (PSDB), que não aceitou advertir um procurador da Câmara Municipal por conta de um desentendimento entre o petista e o funcionário público.

Com a vaga deixada por Salvador Soares, em atendimento ao regimento interno da Câmara, os vereadores decidiram que a escolha do novo secretário da Mesa seria feita nesta segunda-feira.

O vereador Joffre Neto queria o adiamento da votação por uma sessão, talvez para pedir socorro ao Palácio do Bom Conselho e "dobrar" os vereadores recalcitrantes.

Nem mesmo a aliança com o vereador Jeferson Campos (PV), acostumado a legislar em causa própria, Vera Saba (PT), Gorete (DEM), sempre obediente a Ortiz Junior, e o próprio Salvador Soares, foi suficiente para dar-lhe a tão sonhada vitória.

Irritado, Joffre abandonou o plenário antes da votação. Foi acompanhado por Diego Fonseca (PSDB), que não sabe ainda o que faz na Câmara.

A vereadora Graça (PSB) se ausentou, talvez para evitar se desgastar com o  pupilo. Luizinho da Farmácia (PROS) e João Vidal (PSB), estavam em viajando e não participaram da sessão.

Elegeram Douglas Carbonne secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal os vereadores Alexandre Villela (PMDB), José Antonio de Angelis - Bilili (PSDB), Carlos Peixoto (PMDB), Rodrigo Luís Silva - Digão (PSDB), Noilton Ramos (PSD), Neneca (PDT), Paulo Miranda (PP), Pastor Nunes Coelho (PRB), Pollyana Gama (PPS) e o próprio Douglas.

PS: O sonho do vereador Jeferson Campos (PV) de se eleger presidente da Câmara Municipal o ano que vem começa a escapar-lhe entre os dedos. Paulo Miranda (PP) está mais perto da cadeira que ele.