Páginas

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

PHA EM TAUBATÉ, DIA 1º

A Globo está acima da Justiça, do Legislativo e do Executivo.

Todos fazem o que a Globo quer: do presidente da República ao contínuo do STF e seus doze juízes, sem esquecer as casas legislativas Câmara Federal e Senado Federal, com seus respectivos presidentes e membros.

O PIG faz o seu papel. Dá munição à Globo na quinta e sexta-feira para o Jornal Nacional repercutir as informações sempre de forma negativa para o governo à noite.

Acabei de ler  “O Quarto Poder”, livro que será lançado por Paulo Henrique Amorim (PHA) no próximo dia 1º de dezembro em Taubaté, na sede da OAB (Rua Quatro de Março).

A promoção é da CUT (regional do Vale do Paraíba) e do Barão de Itararé (núcleo de Taubaté - o primeiro fora das capitais).

Os dois primeiros parágrafos deste texto são uma referência ao que é mostrado por PHA em seu livro, fruto de 50 anos de trabalho jornalístico e de testemunho dos principais acontecimentos políticos do país, principalmente a partir dos anos 1980::

1) O Brasil poderia ter fibra ótica há pelo menos 25 anos, se os esforços do ex-ministro Renato Archer, no governo Itamar, fossem vitoriosos.

___ Perdemos o bonde do progresso com as fibras óticas e não construímos nossa bomba atômica por decisão de Fernando Collor de Mello, que abortou o programa nuclear brasileiro.

___ Em Taubaté, somente um bairro, o Jardim Russi, tem fibra ótica para acessar em altíssima velocidade a internet.

2) Archer não conseguiu implantar a fibra ótica, mas FHC, quando presidente, vendeu a Embratel e os satélites do comunicação do Brasil para o mexicano Carlos Slim, no programa de privatização criado no governo tucano.

___ FHC, que comprou parlamentares para aprovar a emenda da reeleição, o que o beneficiaria, prometeu para Clinton que venderia a Petrobras. Não vendeu porque os petroleiros (e o povo brasileiro) não deixaram.

São histórias como estas que os taubateanos poderão ouvir do próprio PHA, dono de um humor ácido, mas refinado, pois não esconde sua preocupação com o futuro deste país.

O convite é para todos. Será um grande evento.