Páginas

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

QUANTO CUSTOU A “ESCOLTA ARMADA”
AO CARNAVAL DE TAUBATÉ?

Texto e foto do professor Silvio Prado

(Extraído do Facebook)

Ontem, na Avenida do Povo, durante os desfiles das escolas de samba de Taubaté, o que não faltou foi segurança. Um grande efetivo da Policia Militar estava presente. Policiais fardados e viaturas por toda parte. A bolsa de quem se dirigia para as arquibancadas era devidamente revistada. Grande parte da Guarda civil municipal também lá estava fazendo discretamente o seu papel. O público não era tão grande, talvez atraído pelo ótimo carnaval de São Luiz do Paraitinga e também pelo carnaval de rua de Tremembé, ano a ano cada vez melhor. Enfim, enquanto estive por lá, até precisamente a meia noite, quando terminou o desfile da escola do Parque Aeroporto (um desfile excelente, bonito e animado, com o ponto forte da escola sendo sua bateria que colocou pontos e batidas de maracatu no tradicional ritmo do samba). A única coisa que não entendi foi a presença de uma empresa de segurança, a ESCOLTA ARMADA, completamente desnecessária uma vez que PM e a Guarda Civil Municipal já estavam presentes e cumprindo bem suas funções. Além de dois carros (FIAT placa FYE 3412 e placa FGG 07580) estacionados quase debaixo da avenida coberta, também havia dezenas de homens, todos vestidos de preto. Algum vereador precisa questionar o prefeito e a organização do carnaval sobre as razões da contratação dessa empresa privada, na minha opinião desnecessária. Qual o custo de tamanha brincadeira?

Escolta armada para as escolas de sambas? Reforço no policiamento?