Páginas

sábado, 6 de fevereiro de 2016

VIRAR A PÁGINA E SER MAIS!

Silvio Prado, professor

Taubaté vive o esgotamento do modelo administrativo imposto há mais de 30 anos pela família Ortiz. A cidade não cresce, a cidade apenas incha. Suas possibilidades reais de progresso esbarram em interesses que precisam ser removidos. Crescimento e desenvolvimento não podem ser analisados apenas pela quantidade de prédios levantados ou pelo volume de carros que enchem as ruas. Crescimento e desenvolvimento, reais, exigem que o serviço público seja capaz de atender as demandas da população, cada vez mais marginalizada do poder e tratada apenas como quem tem a “obrigação” de pagar seus impostos e ver, calada, prefeito e vereadores decidindo - quase sempre erradamente - sobre seus interesses. Do meu ponto de vista, temos duas saídas para romper com esse esgotamento administrativo imposto por uma família e seus fieis seguidores. Ou organizamos uma grande e permanente luta social para forçar a administração a agir como se deve, ou, disputamos abertamente o poder, assumimos prefeitura e câmara e passamos a criar uma nova ordem para a cidade. No meu entendimento, as duas coisas precisam e devem ser feitas simultaneamente. Lutar e mudar radicalmente a direção da cidade agora em 2016, para que não tenhamos outros quatro anos perdidos, envolvidos pela incapacidade administrativa e corrupção. Taubaté precisa virar essa página. Taubaté merece ser mais!