Páginas

terça-feira, 1 de março de 2016

PARQUE DO ITAIM, RETRATO DO
FRACASSO DE DUAS ADMINISTRAÇÕES

Parque do Itaim: obras abandonadas, dinheiro público jogado na lata do lixo. Foto: Professor Silvio Prado
Texto e foto do professor Silvio Prado extraídos do Facebook
O Vale do Parque Itaim é um dos retratos do fracasso da administração pública dos prefeitos Peixoto e Ortiz Jr. A imensa e privilegiada área verde praticamente virou uma carta fora do baralho dessas gestões. A sua inauguração, em 2004, gerou expectativas inclusive na rede hoteleira da cidade, pois o potencial turístico da área somaria-se aos outros atrativos de Taubaté, como o Sitio do Pica Pau Amarelo e a estátua do Cristo Redentor, por exemplo. Porém, nada disso aconteceu. O circuito ferroviário lá instalado não funciona mais e a Maria Fumaça – grande atração do parque – está num conserto que nunca termina. O Itaim está deteriorado e já passou por momentos de insegurança para quem o utiliza para caminhadas diárias. Na semana passada, mostrei fotos de uma quadra esportiva abandonada e destruída no Parque. Agora, mostro fotos da quadra de skate, que já foi palco de grandes competições. Totalmente coberta, ela custou R$ 800 mil para o município. No entanto, durante anos ficou fechada e sofreu depredações seguidas. Vândalos quebraram seus vidros. Vazamentos de água de chuva fizeram apodrecer as madeiras de suas pistas. Recentemente, a prefeitura informou que está fazendo a revitalização do local. De fato, lá se encontra um (vi apenas um) trabalhador tentando lentamente colocar as coisas no lugar. Uma pergunta precisa ser feita: por que em Taubaté virou tradição abandonar obras custeadas pelo imposto do cidadão? Por que jogamos na lixeira do tempo preciosidades que em outras cidades seriam certamente bem preservadas?