Páginas

sábado, 26 de março de 2016

UÉ! CADÊ O ZÉ DIRCEU, UAI!?

Condenado sem provas e confinado em Curitiba, o nome de Zé Dirceu não está na lista dos "propineiros" da Odebrecht uai!



A lista da Odebrecht, contendo os nomes de mais de 300 políticos que teriam recebido ajuda financeira da empreiteira desde 2010, curiosamente não contém os nomes de Lula, Dilma e Zé Dirceu.

Zé Dirceu está confinado em Curitiba. Sua condenação pelo STF, por ocasião do julgamento do “mensalão” foi uma aberração jurídica, amenizada depois pelo ministro Barroso, diminuindo a pena importa ao petista, condenado pelo “domínio de fato”, ou seja, sem prova.

Curioso que o “propineiro” Zé Dirceu não aparece na lista da Odebrecht, apreendida pela Polícia Federal em 22 de fevereiro deste ano, na Operação Acarajé, vazada pelo jornalista do UOL Fernando Rodrigues.

Também não aparecem na lista os nomes de Dilma e Lula.

Nela constam os nomes de Paulinho da Força, Roberto Freire (que nem foi candidato, mas “mordeu” uma bolada de R$ 500 mil)), Soninha Francini (ex-apresentadora de TV), e sete partidos que disputaram as eleições municipais de 2012: PSDB, PMDB, PT, DEM, PPS, PDT e PTB

Sendo Zé Dirceu ”propineiro”, por que seu nome não apareceu, até agora, em nenhuma.lista, suspeita ou não?



Só aquela malta de desinformados e coxinhas insistem em aplaudir os desmandos judiciais de Moro, que não provou nada contra Zé Dirceu, mas o mantém encarcerado em Curitiba.

Aos desinformados, lembrem-se que Carlos Lacerda levou Getúlio ao suicídio em 54 e foi um dos principais articuladores do golpe de 64, tudo porque ambicionava ser governador do Estado da Guanabara.

Não foi governador e ainda foi cassado pelos golpistas que ajudou a tomar a República das mãos de Jango.

Lacerda foi para o lixo da história como o “corvo”.

O mesmo destino aguarda FHC, Serra, Alckmin, Eduardo Cunha, Roberto Freire, Paulinho da “Farsa” Sindical e dezenas de outros golpistas, que tramam contra o Brasil para defender seus próprios interesses.

Veja aqui a íntegra da matéria no Brasil 247.