Páginas

quarta-feira, 4 de maio de 2016

O QUE FIZERAM COM A DIFUSORA?
SERÁ QUE O GUARÁ FILHO EXPLICA?

Se você fosse servidor municipal aceitaria este diploma em seu aniversário, símbolo da demagogia de um pré-candidato?
Guará Filho, funcionário público municipal de Taubaté e presidente do sindicato da categoria é o “cara” da Rádio Difusora. Ele é intocável.

Na última sexta-feira Viviane Aquino, que tinha pelos menos 15 anos de trabalho prestado à emissora dos Beringhs, foi retirada do ar. Viviane é pré-candidata a vereadora.

O vereador Carlos Peixoto, que nos últimos meses manteve um programa na emissora, também foi defenestrado pelos Beringhs. Peixoto perdeu recurso impetrado no STJ e3 não poderá disputar a próxima eleição, a menos que obtenha um liminar para concorrer.

A desculpa, dada aos locutores defenestrados é que o Sindicato dos Radialistas exigiu da Rede Difusora que todos os funcionários da emissora, incluídos os locutores, fizessem um curso promovido pelo próprio Sindicato para tirarem seus DRT’s e se tornassem aptos a exercer a profissão de radialista.

Aparentemente Guará Filho escapou da “degola”, mesmo tendo se recusado a fazer o curso.

O filho de Augusto Cesar Guará mataria seu pai de vergonha se vivo fosse.

Um locutor, provavelmente detentor de um DRT, apresenta o programa de Guará Filho na Rede Difusora em nome do presidente do Sindicatos dos Servidores Municipais de Taubaté.

Guará Filho, além dos outdoors que tem esparramado em pontos estratégicos da cidade não está fora do ar, como Viviane e Carlos Peixoto.

Por isso ele é o “cara”.

Guará Filho aparece em seu programa fazendo “reportagens”, o que também é proibido por lei, pois e gajo não é jornalista nem tem DRT.

Guará Filho atropela a tudo e a todos para chegar à Câmara Municipal como vereador eleito.

Agora ele está enviando “diploma” para aquém está aniversariando.

O homenageado recebe o diploma com a foto de Guará Filho. Haja desfaçatez.

Quem está garantindo a gastança do aprendiz de manipulador que preside o Sindicato dos Servidores Municipais?

A verba vem do próprio sindicato para fazer jornais e “diplomas”? Ou vem de seu futuro candidato a prefeito?

Silva Neto, que gerenciou a Rede Difusor por 40 anos com mãos de ferro, além de ter sido uma das melhores vozes que conheci no rádio, deve estar se revirando no túmulo, de vergonha com o estágio atual da Rede Difusora que ajudou a montar.

Quanto a Guará Filho, uma certeza: ele não respeita a memória de seu pai, Augusto Cesar Guará, um homem honesto, trabalhador e de muita dignidade.


Augusto Cesar Guará deve estar de bruços em sua tumba para não ver a vergonha de ver seu nome enxovalhado pelo próprio filho.