Páginas

quarta-feira, 13 de julho de 2016

JOFFRE, SUA BATATA ESTÁ ASSANDO (I)

Edgard Vandaleti, Luizinho da Farmácia e Joffre Neto, esperando por uma audiência com Ortiz Junior

O vereador Joffre Neto, aqui chamado de Catão da Vila São Geraldo, está com a batata assando na Vara da Fazenda Pública de Taubaté.

O processo de Taubaté data de 15 de setembro de 2011. O auge da campanha pela cassação do ex-prefeito Roberto Pereira Peixoto terminara em agosto.

Joffre Neto foi um dos líderes do movimento.

O Catão da Vila São Geraldo conseguiu manter em segredo o processo que sofria até que este blog o revelou em 2013 e confirmou em 2014, ao divulgar despacho saneador do juiz da Vara da Fazenda Pública comprovando que Joffre Neto mentira ao Ministério Público, em conversa informal.

Está na página 16 do Diário Oficial do Estado do último dia 29 de junho despacho do juiz da Vara da Fazenda Pública de Taubaté, concedendo 15 dias para a réplica do Catão da Vila São Geraldo aos documentos juntados pelo Ministério Público diante da documentação e contestação feita anteriormente pelo vereador.



Como se vê, o prazo para a manifestação do Catão da Vila São Geraldo no processo 0020937-19.2011.8.26.0625. que responde junto com o vereador Carlos Peixoto (PTB), presidente da Câmara Municipal na época da fraude, praticamente chegou ao fim.

Será que virá sentença condenatória?

Aguardemos!