Páginas

domingo, 24 de julho de 2016

PSOL DE TREMEMBÉ ENFRENTA
PODER ECONÔMICO, MAS VAI À LUTA

O segundo da direita para a esquerda é o professor Fábio Casagrande, candidato a prefeito. pelo PSOL de Tremembé

 O período eleitoral e propício para ganhar dinheiro ou emprego nas prefeituras, por meio de RPA (Recibo de Pagamento Autônomo), que não dá nenhuma garantia ao servidor contratado, ao mesmo tempo em que a legislação eleitoral burlada.

Tremembé não é diferente. O PSOL tinha pelo menos 12 pré-candidatos a vereador pelo partido. Pelo menos 8 desistiram. Apenas quatro disputarão uma vaga na Câmara Municipal local.

O professor Fábio Casagrande é o candidato do partido a prefeito e Miriam Baxur será candidata a vice-prefeita.

Os quatro candidatos a vereador são Alessandro de Jesus, Ivan Fernando de Carvalho, Michele do MST e Rosangela Vegano.

Não se sabe quanto custou o passe dos demais, mas com certeza não ficou barato para quem comprou.

Uma pena ver pessoas se aproximar do PSOL, conquistar uma vaga para disputar a Câmara Municipal e depois de uma boa conver$a, desistir da candidatura.

É quase impossível fazer política com honestidade no Brasil. Os exemplos estão bem pertinho de nós.