Páginas

domingo, 7 de agosto de 2016

CHANCE DE ORTIZ REVERTER
DECISÃO DO TSE É DE 0,000002%

Edson de Oliveira e Ortiz Junior querem ganhar no tapetão jogo que perderam em campo. Chance zero de reversão


A última esperança de Ortiz Junior em reverter a histórica decisão do TSE, que manteve a cassação de seu mandato, é a substituição de ministros na corte eleitoral.

É como ganhar no tapetão depois da partida encerrada com a vitória do time  adversário.

Em futebol tudo é possível. Já vi o São Paulo perder no tapetão a vitória que havia obtido em campo contra o Botafogo do Rio de Janeiro.

Não afirmo categoricamente que isto não possa ocorrer não possa tribunais superiores.

Acredito que o ministro Herman Benjamin obstruirá qualquer tentativa de maracutaia para reverter o que já está decidido.

Sai um ministro do quadro do STF (Luiz Fux) e uma ministra do quadro do STJ (Maria Thereza Moura).

Fux votou contra a cassação. Maria Thereza votou pela cassação.

A composição atual do TSE tem três ministros do STF (Gilmar Mendes, Rosa Weber e Luiz Fux), dois do STJ (Herman Benjamin e Maria Thereza Moura) e dois juristas indicados pela OAB (Henrique Neves e Luciana Lóssio).

Regimentalmente, o TSE sempre será composto por três membros do STF, dois do STJ e dois juristas

Dias Toffoli (STF) não pode voltar ao TSE porque foi recentemente substituído por Rosa Weber.

O lugar de Fux pode ser ocupado por Luiz Roberto Barroso, Teori Zavascki ou Edson Fachin, da nova safra de ministros do STF.

A ministra Carmen Lúcia substituirá Lewandowski na presidência do STF. Não vai, portanto, para o TSE.

Resta saber quem será o substituto de Maria Thereza Moura, que obrigatoriamente deve sair do quadro do STJ.

A chance dos futuros novos ministros modificarem o que já está decidido pela TSE é apenas um delírio do prefeito cassado.

Na mega sena, se você fizer a aposta mínima (seis números), a chance de acertar é de 1 (uma) em 50.063.860 (cinquenta milhões e sessenta e três mil e oitocentos e sessenta).

É esta a chance de Ortiz Junior reverter o que já está decidido.