Páginas

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

PAULO MIRANDA ASSUME PREFEITURA


Paulo Miranda assume a Prefeitura com as bençãos de Ortiz Junior e pouca margem de manobra para mexer no time
Rodson Lima Junior (PV) assume a cadeira de Paulo Miranda (PP) na Câmara Municipal, que por sua vez ocupa a cadeira de Ortiz Junior (PSDB) na Prefeitura de Taubaté, já nesta quinta-feira.

O vice-presidente da Câmara, Rodrigo Luís Silva convoca os vereadores para a eleição do próximo presidente da Câmara.

As últimas horas foram surpreendentes na vida política desta urbe quase quatrocentona.

O dedo de Ortiz Junior foi fundamental para a tomada de decisão de Paulo Miranda, encaminhada desde o final do ano passado para renunciar ao cargo de prefeito em caso de vacância.

Ortiz Junior manipulou os partidos ao seu bel prazer. A base de apoio do candidato do PSDB, formada por 14 partido, foi divida em pequenas coligações para eleger o máximo de vereadores de acordo com o interesse de Ortiz Junior.

Paulo Miranda está numa coligação de pouca representatividade, que dificilmente elegerá um vereador.

Segundo um vereador que pertence à base de apoio do candidato do PSDB à Prefeitura, Ortiz Junior reuniu-se esta tarde com Paulo Miranda, que pode acabar manipulado pelo ex-prefeito.

"Ao mesmo tempo, disse um vereador, (Ortiz) Junior sepulta a candidatura de Digão para prefeito e impõe seu próprio candidato, que deve ser Edson Oliveira (PSD), que não está cassado".

O vereador Rodrigo Luís Silva – Digão (PSDB), sonhou com a possibilidade de ser prefeito tampão e candidato a reeleição.

Joffre Neto chegou a articular a possibilidade de um nome do PSB, que poderia ser João Vidal, para vice-prefeito numa composição com o PSDB.

No meio da tarde, aventou-se o nome da vereadora Pollyana Gama (PPS) ser indicada pelos vereadores para assumir a cadeira de Ortiz Junior, vaga desde a cassação da liminar que o mantinha no cargo.

Em política, tudo acontece rapidamente.

O governador mineiro Magalhães Pinto dizia: “Política é como nuvem, você olha ela está de um jeito. Olha de novo e ela já mudou”.

Se Paulo Miranda agir com o mesmo rigor que agia no policiamento na década de 1980, a poeira vai levantar no Palácio do Bom Conselho.