Páginas

terça-feira, 20 de setembro de 2016

A VIOLÊNCIA DA PM EM NÚMEROS

Levantamento mostra os números cruamente: 43 PMs respondem  processo por homicídio ou lesão corporal entre 129 presos

Thiago Ernando, jornalista

(Blog Fiquem Sabendo)


Levantamento inédito do site de jornalismo de dados Fiquem Sabendo (www.fiquemsabendo.com.br) traz informações sobre a violência policial no Estado de São Paulo, com base em dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública e obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação.

Quarenta e três dos 129 PMs presos entre janeiro e julho deste ano, no Estado de São Paulo, respondem a acusações de homicídio ou lesão corporal. Desse grupo, 34 são suspeitos de homicídio e nove, de lesão corporal. Eles representam 33% (um terço) dos PMs que deram entrada no presídio militar Romão Gomes, na Água Fria, Zona Norte de São Paulo, no período.

Número de prisões cresceu em 1 ano - A quantidade de PMs levados ao Romão Gomes nos sete primeiros meses deste ano é 4% à registrada no mesmo período de 2015, quando 124 agentes da corporação foram detidos.

Além do homicídio e da lesão corporal, que encabeçam o ranking de crimes com mais imputações aos PMs presos em 2016, os dados da Secretaria da Segurança apontam que corrupção (oito prisões), roubo (seis) e tráfico de entorpecentes (cinco) também aparecem com destaque no levantamento tabulado por nós.

Os dados estão livres para publicação, desde que citadas as fontes das informações. Caso tenha interesse em saber mais, segue um release, abaixo, e o gráfico (anexado).