Páginas

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

BETO ORTIZ COMETE CRIME
DE FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTO.
JUIZ MANDA EXCLUIR DO FACE

Juiz manda Beto Ortiz retirar do ar página do TSE fraudada. O tucaninho cometeu crime previsto no art. 294 do CP
Como disse o ministro Herman Benjamin, do TSE, quem tira da educação é capaz de qualquer coisa.

Os Ortiz são capazes de qualquer coisa para se manter no poder: mentem, fraudam, fazem intriga, distorcem a realidade. Tudo em nome do poder.

O juiz da 407ª Zona Eleitoral de Taubaté, responsável pela vigilância da propaganda eleitoral partidária, acaba de conceder liminar ao pedido de Isaac do Carmo (PT), que obriga Beto Ortiz a excluir do Facebook a postagem em que, por meio de truque, falsifica a página de rosto do candidato Ortiz Junior no Divulgacand. Documento oficial, portanto.

O juiz eleitoral João Carlos Germano, em sua sentença,diz que “analisando de forma detida o teor da representação, bem como os documentos a ela acostados, forçoso reconhecer que se afigura patente que a manifestação do eleitor e ora representado João Roberto constitui divulgação de fato sabidamente inverídico, pois a informação constante do sítio do Tribunal Superior Eleitoral foi adulterado para retirar uma informação nela constante referente ao indeferimento do registro da candidatura de José Bernardo, decisão que ainda pende de recurso”.

Por fim, o juiz manda o fraudador Beto Ortiz retirar a publicação do Facebook em 48 horas e, se quiser, no mesmo prazo apresentar defesa.