Páginas

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

ADVOGADO EVITA ABSOLVIÇÃO DE
ORTIZ JR EM JULGAMENTO NO TRE


O advogado Brenno Ferrari alertou juízes que defesa de Ortiz Junior escamoteava a verdade e os induzia a erro
Não fosse a expertise do advogado Brenno Ferrari, Ortiz Junior (PSDB) estaria comemorando até agora uma possível vitória no TRE-SP no recurso que impetrou contra o indeferimento de sua candidatura pela Justiça Eleitoral de Taubaté.

Os advogados de Ortiz Junior, na sustentação oral feita, tentaram ludibriar os juízes do TRE-SP ao escamotear uma questão fulcral no afastamento definitivo do tucano da Prefeitura de Taubaté.

A sessão de 1º de agosto no TSE tinha por objetivo julgar os embargos opostos pela defesa do tucano contra decisão da corte eleitoral paulista, que manteve sua cassação em primeira instância, e a  AC 2230, que o mantinha no cargo desde 12 de janeiro de 2015.

O ministro João Otávio de Noronha, ao conceder a liminar a Ortiz Junior, deixa claro que sua decisão não anulava o acórdão do TRE-SP:

Disse ministro:

Ante o exposto, defiro a liminar pleiteada para determinar a permanência do autor no cargo de Prefeito do Município de Taubaté/SP até o julgamento do agravo interposto no RE nº 587-38/SP.

A defesa de Ortiz Junior, que tentava escamotear esta informação, foi desmentida pelo advogado taubateano Brenno Ferrari.

Com a cassação da liminar, que mantinha Ortiz Junior no cargo de prefeito de Taubaté, e a rejeição ao embargo de declaração levada ao TSE, o tucano ficou inelegível por oito anos.

Disputou a eleição municipal como um candidato comum, ficha limpa, o que ele não é.

Ortiz não está comemorando graças ao advogado Brenno Ferrari.

O placar é de 3x0, contra Ortiz Junior.