Páginas

sábado, 1 de outubro de 2016

ONDE TEM TUCANO, TEM TUCANAGEM

Não tem jeito: onde tem tucano, tem tucanagem

Não há como escapar. Onde tucano mete o bico, alguma coisa de ruim acontece.

Foi assim com Ortiz Junior (PSDB/Taubaté), acusado de receber propina de R$ 1,7 milhão em 2012.

O tucano responde até hoje processo por improbidade administrativa (falcatrua com dinheiro público, na linguagem popular) na 14ª Vara DA Fazenda da Capital.

Agora é o tucano Felício, em São José dos Campos, que deve explicações à população.

Veja o vídeo: