Páginas

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

“DESCASSADO” NÃO ME CALARÁ


O prefeito “descassado” de Taubaté, Ortiz Junior, mandou seus advogados pugnarem contra decisão do juiz eleitoral de Taubaté, Dr. Paulo Roberto da Silva, que julgou improcedente ação proposta contra este blogueiro.

O processo eleitoral 69-09.2016.6.26.0141 instaurado a pedido do PSDB pedia minha condenação por divulgar pesquisa eleitoral não registrada no Cartório Eleitoral.

Não divulguei a íntegra da pesquisa. Apenas os dois primeiros colocados: Ortiz Junior e Pollyana Gama.

A queixa foi transformada em processo.

O juiz eleitoral determinou que a matéria fosse excluída do blog, dando-me duas horas de prazo para cumprir sua decisão, assim que fosse comunicado pelo oficial de justiça.

A determinação foi cumprida, sem questionamento de minha parte.

Nesta segunda-feira (12/12) respondi ao mandado de notificação emitido pela Justiça Eleitoral, comunicando-me do recurso d Ortiz Junior contra a sábia decisão do9 Dr. Paulo Roberto da Silva.

Eis minha resposta:

EXMO SR JUIZ ELEITORAL DA 141ª ZONA ELEITORAL DE TAUBATÉ

REF. PROC Nº 69-09.2016.6.26.0141

Prezado Senhor,

Em atenção à notificação encaminhada por Vossa Excelência para comunicar o pedido feito pelo partido PSDB para reformar a sentença que julgou improcedente a presente Representação, qual seja, a publicação, em meu blog (www.iranilima.com), de parte de uma pesquisa eleitoral, dentro do prazo permitido por lei, na qual o candidato do partido acima aparecia em primeiro lugar, tenho o seguinte a dizer:

1) Ao receber a denúncia do partido PSDB, Vossa Excelência instaurou o processo em epígrafe e deu-me prazo de 2 (duas) horas para tirar a matéria do ar, o que foi devidamente cumprido assim que fui notificado pelo Oficial de Justiça da sábia decisão de Vossa Excelência.

2) O pedido do partido PSDB é uma clara represália à minha atuação jornalística, pelas denúncias que faço contra o atual mandatário municipal desde 2011, todas baseadas em documentos oficiais. o que valeu-me dois processos-crime impetrados pelo próprio em por seu genitor.

3) Ressalto que venci os dois processos em primeira e em segunda instância, pois, inconformados com a derrota sofrida, recorreram ao TJSP contra a r. sentença prolatada em meu favor.

4) Agora, inconformado com a sábia decisão de Vossa Excelência, o partido PSDB vai guerrear nessa Justiça Eleitoral para que eu sofra punição pecuniária, elevada, diga-se, se a r. decisão desse juízo for reformada.

5) No fundo, a vindita do partido PSDB se deve á minha atuação jornalística, que caminha em sentido contrário aos interesses do demandante, haja vista as informações levadas por mim a esse Juízo Eleitoral protestando pelo impedimento da candidatura a prefeito do partido PSDB.

A retaliação é a arma utilizada para me calar!

Irani Gomes de Lima
TE 0510.3276.0175


Taubaté, 12 de dezembro de 2016