Páginas

quinta-feira, 16 de março de 2017

JOFFRE NETO, JOÃO VIDAL, VANESSA
E ROBSON FERRI AGORA SÃO RÉUS


Joffre, Vanessa, Vidal e Robson Ferri respondem por improbidade na Vara da Fazenda Pública

O ex-vereador e ex-futuro diretor do SAMU, Joaquim Marcelino Joffre Neto, aqui chamado de Catão d\a Vila São Gerado, acaba de ser aquinhoado com mais um processo por um improbidade administrativa na Vara da Fazenda Pública de Taubaté.

A láurea foi distribuída também ao vereador João Marcos Pereira Vida, à Vanssa Alves Ferri e Rodson Alves Ferri.

O Ministério Público ofereceu a denúncia em 16 de março do.ano passado. Exatamente um ano depois de recebê-la, o juiz da Vara da Fazenda Pública a aceitou.

Ou seja,

O ex-vereador (agora desempregado) Joffre Neto, o vereador João Marcos Pereira Vidal, o advogado Robson Alves Ferri e sua mulher Vanessa Alves Ferri são réus na Vara da Fazenda Pública por improbidade administrativa, popularmente conhecida como falcatrua.

Tudo começou em 11 de novembro de 2015, quando este blog denunciou a “tabelinha” entre os vereadores Joffre Neto e João Vidal, na contratação do casal Ferri para servi-los na Câmara Municipal. (Leia z matéria aqui)

O ex-vereador e ex-futuro diretor do SAMU, Joaquim Marcelino Joffre Neto, aqui chamado de Catão d\a Vila São Gerado, acaba de ser aquinhoado com mais um processo por um improbidade administrativa na Vara da Fazenda Pública de Taubaté.

A láurea foi distribuída também ao vereador João Marcos Pereira Vida, à Vanessa Alves Ferri e Rodson Alves Ferri.

O Ministério Público ofereceu a denúncia em 16 de março do.ano passado. Exatamente um ano depois de recebê-la, o juiz da Vara da Fazenda Pública a aceitou.

Ou seja,

O ex-vereador (agora desempregado) Joffre Neto, o vereador João Marcos Pereira Vidal, o advogado Robson Alves Ferri e sua mulher Vanessa Alves Ferri são réus na Vara da Fazenda Pública por improbidade administrativa, popularmente conhecida como falcatrua.

Tudo começou em 11 de novembro de 2015, quando este blog denunciou a “tabelinha” entre os vereadores Joffre Neto e João Vidal, na contratação do casal Ferri para servi-los na Câmara Municipal.

Para reler a matéria, acesse este link acesse este link.

O resultado está aí: o Catão da Vila São Geraldo é réu em mais um processo por improbidade administrativa; o vereador João Vidal, aparentemente, responde ao primeiro.

O resultado está aí: o Catão da Vila São Geraldo é réu em mais um processo por improbidade administrativa; o vereador João Vidal, aparentemente, responde ao primeiro.


O valor da causas é de R$ 100 mil. Dividido por quatro, dá R$ 25 mil para cada um.

Aqui, os dados do processo:

1003562-12.2016.8.26.0625
Ação Civil de Improbidade Administrativa    
Área: Cível
Enriquecimento ilícito
Violação aos Princípios Administrativos
16/03/2016 às 13:23 - Livre
Vara da Fazenda Pública - Foro de Taubaté
2016/001179
Paulo Roberto da Silva
R$ 100.000,00