Páginas

quarta-feira, 12 de abril de 2017

DESCASSADO ANULA PREGÃO APÓS
PRESSÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS

Pressionado pelo TC, descassado revoga pregão 44/17. Aí tem coisa. E o ano mal começou...
O prefeito descassado revogou o pregão presencial 44/17 para a contratação de laboratório de análises clínicas.

Ortiz Junior mandou revogar o pregão não por iniciativa própria.

A revogação se deu porque as empresas que concorriam no certame, Biofast Medicina e Saúde Ltda e Labclin Diagnósticos Laboratoriais Ltda, recorreram ao Tribunal de Contas por se sentirem prejudicadas.

A conselheira do TC, Cristiana de Castro Morais, requisitou o edital do pregão 44/17, “determinando à Prefeitura representada a paralisação do procedimento até ulterior decisão desta Corte, medidas estas referendadas em Sessão Plenária de 05/04/2017.”

No despacho em que manda arquivar os processos 6353.989.17-1 e 6440.989.17-6 destaca a notificação feita à Prefeitura e a consequente revogação do pregão.

Portanto, alguma coisa errada existia. Se não, por que Ortiz Junior revogaria o pregão?

O despacho foi publicado na última segunda-feira (10/04)