Páginas

sábado, 20 de maio de 2017

ADVOGADO QUE PEDIU HC PARA
DEFENDER TEMER É DE TAUBATÉ

HC em favor de Temer impetrado por advogado taubateano é negado pelo STF.

Do portal Brasil 247:

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou nesta sexta-feira, 19, um habeas corpus impetrado pelo advogado Samuel José Orro Silva, que pedia a suspensão de um inquérito instaurado contra o presidente Michel Temer (PMDB) no qual ele é investigado por corrupção passiva, obstrução de justiça e participação em organização criminosa com base na delação da JBS.

Senta que lá vem história, diria o Barão de Passa Quatro.

Conheci Samuel José Orro Silva no Fórum Criminal de Taubaté.

O jovem advogado patrocinava a causa de um vereador contra este blogueiro.

Posso afirmar que ele foi correto comigo, mesmo defendendo a parte contrária.

Num determinado momento da audiência, quando não aceitei os termos da retratação que deveria publicar neste blog, Orro pediu autorização do juiz para conversar comigo separadamente.

Autorização dada, saímos da sala de audiência.

Na porta do gabinete do juiz, o jovem advogado alterou a última sentença da retratação, retirando impedimento para que eu jamais citasse o seu patrocinado em minhas matérias.

Feito o acordo, voltei para casa com o texto da retração a ser publicada e a responsabilidade de depositar meio salário mínimo na conta da Cúria Diocesana de Taubaté

Cumpri minha parte e o processo foi devidamente arquivado.

Não sei explicar e nem consigo entender porque  advogado taubateano impetrou habeas corpus no STF em favor de Temer.

Sabemos que em Taubaté há gente próxima de Temer e até mesmo íntima do futuro ex-presidente.

Se Orro fez o que fez por livre e espontânea vontade, pode ter sido por puro sendo de oportunismo.

Conseguiu visibilidade e os 15 minutos de fama vislumbrados pelo artista plástico americano Andy Wharol nos anos 1960, diante do avanço das comunicações.


AQUI, A ÍNTEGRA DO HC IMPETRADO PELO ADVOGADO TAUBATEANO SUGERINDO QUE O FUTURO EX-PRESIDENTE ESTÁ GAGÁ